Off to -> Austrália!

Oi meus amores!

Desculpa o sumiço, mas quem me acompanha nas redes sociais sabe que eu passei esses últimos dias viajando para Gold Coast e por isso não tive como postar por aqui a cobertura da Paris Fashion Week e nem nada mais…

Mas para compensar vocês (e enquanto eu não entro numa nova rotina de postagens por aqui), quero convidar todos para se inscrever no meu canal do YouTube e acompanhar minha nova experiência por lá! O vídeo da minha viagem – que levou mais de 38 horas!!! – já está no ar…

Então não deixem de se inscrever lá, curtir o vídeo e me acompanhar para ficar por dentro de tudo!

Beijos,

Mari ❤️

De Malas Prontas, por Eleonora Mendonça {último}

Olá pessoal! Ça va bien?

Então, vocês devem estar pensando o que é que essa maluca está fazendo por aqui depois de tanto tempo sem aparecer? Pois bem, eu vim me explicar. Voltei da viagem, lá de Lyon, e precisei de um tempinho para colocar minha vida em dia – reorganizar a rotina e a faculdade. E agora venho fazer um resumão para vocês e fechar essa “editoria” de “De Malas Prontas”. Voilà !
Todo mundo sabe que uma viagem é muito mais do que fazer as malas, programar passeios e ficar sonhando com os lugares bonitos que se vai conhecer. Mas é só mesmo sentindo na pele para entender os sentimentos que passam na cabeça e no coração. A saudades de casa e a felicidade pelas novidades fazem parte dessas emoções, as vezes bem contraditórias. 
De toute façon, foi adorável poder conhecer um pedacinho do mundo, deparar-se com modos diferentes de agir e de encarar a vida. Não gosto muito de generalizar, mas arrisco dizer que os franceses são muito polidos e humildes. Vale muito mais guardar o dinheiro para viajar no fim do mês, do que torrar tudo no shopping. Um bom vinho e alguns cortes de queijo fazem uma reunião bacana. O carro não tem que ser o maior, cheio de funções. Basta caber na vaga. Quanto à moda: eles são super elegantes. As peças de roupa combinam de uma forma que não é assim tão fácil de copiar. Cada um tem um estilo muito pronunciado e próprio. As pessoas imprimem sua personalidade em cada detalhe da vestimenta – um brilho na bota, um lenço, a “dobrinha” na calça.
Bom, e a língua ? Com ela fico cada vez mais encantada (e já com saudades). É uma delícia a maneira como o francês pronuncia as palavras. Elas tem interpretações e gestos específicos, são charmosas. Ver um pequeno pedindo “pardon” ou dando “bonjour” é de amolecer o coração de qualquer um. 
De amolecer o coração também são as cidades francesas que visitei. Pude conhecer um pouquinho do frescor, da leveza e da beleza de cada uma delas. 
E todas essas lembranças só me deixam com mais vontade de voltar e conhecer tudo novamente, reconhecer, conhecer outros lugares. Quem sabe não seja logo?! Fica, com certeza, para o próximo “De Malas Prontas”. 
E falando na tag, quero agradecer essa fofa da Mari Baú que abriu um espaço nesse blog super “mignon” para que eu pudesse escrever meus devaneios e compartilhar algumas ideias. O espaço está lindo, o conteúdo sempre feito com muito carinho, très chic. Parabéns amiga !
Obrigada também à você que acompanhou cada post dessa série. Sem você não estaríamos por aqui. 
Bisous et à bientot !
——
Eleonora, sua linda! Obrigada pela contribuição, por cada post feito com imenso carinho e dedicação… você sabe o quanto eu te quero bem, né? Agora quero que saiba o quanto o blog te agradece por suas palavras de apoio e incentivo e, principalmente, por ter aceitado fazer parte dessa loucura comigo! Cada sentimento que você passou por lá, foi sentido e vivido por nós aqui, pode ter certeza! Sua coluna irá fazer muita falta por aqui, viu?
Volte sempre, a casa também é sua! hahaha <3
Vocês, leitores, gostaram dessa participação da Eleonora aqui no blog? Nós sabemos que foi um pouco tumultuada, cheia de imprevistos, que nem tudo saiu conforme o planejado… mas foi uma experiência enriquecedora para todos nós, né? Deixem aqui nos comentários a opinião de vocês sobre o “De Malas Prontas”! Nós vamos amar ler…
Beijos,
Mari